MENU

30/08/2021 às 10h36min - Atualizada em 30/08/2021 às 10h36min

Sindicato das autoescolas acusa Detran-MS de propaganda enganosa ao omitir valores para CNH

Entidade cobra mais transparência por parte do órgão sobre taxas embutidas

MIDIAMAX
Foto: Divulgação
O SINDCFCMS (Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Mato Grosso do Sul) acusa o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de MS) de propaganda enganosa ao realizar publicação nas redes oficiais do órgão omitindo taxas cobradas das autoescolas para a emissão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Na postagem realizada na quarta-feira (24), o Detran-MS detalha algumas taxas cobradas referentes à emissão da CNH como exame médico, avaliação psicológica, exame teórico, prático e a emissão do documento. Somados, os tributos resultam em R$ 548,71, que seria o valor que fica para o órgão de trânsito.

Na legenda, a postagem ressalta que não é todo o valor investido nas autoescolas que fica para o Detran e acrescenta: "Fique atento a preços abusivos". Houve reação de usuários: "Notícia tendenciosa a tirar as responsabilidades de vocês e colocar nas autoescolas", disse um perfil.

"Ué?! Não precisa mais pagar a validação de cadastro??? E a Licença de aprendizagem???", disse outra. Já outro comentário disparou: "É bom conferir mesmo....pq está faltando informações...nesse post".

Para o presidente do sindicato, Henrique José Fernandes, houve propaganda enganosa por parte do Detran-MS. "Não é o valor real. Aqui é cerca de R$ 880 só de taxas. Levando em consideração que o valor médio para tirar uma carteira é de R$ 2 mil, é quase 50% só de taxas do Detran-MS", avaliou, completando que a forma como foi colocado pelo Detran-MS deixou a categoria "de certa forma ofendida".

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »