MENU

11/08/2021 às 08h05min - Atualizada em 11/08/2021 às 08h05min

Caminhão colidiu contra traseira de carro e matou mulher de 48 anos na BR-163

MIDIAMAX
Foto: Divulgação
Mulher identificada como Ellen, de 48 anos, foi a motorista vítima de acidente grave na BR-163, no anel viário, próximo do cruzamento com a Avenida Desembargador Leão Neto do Carmo. Ela estava parada no semáforo, quando o carro foi atingido na traseira pelo caminhão, rodou, parou do outro lado da pista e foi atingido novamente, por outro caminhão.

Conforme as primeiras informações obtidas no local, a motorista estava no Bora, parada, quando o caminhão conduzido por um homem, de 46 anos, atingiu a traseira do carro. Com isso, o veículo sofreu um desvio e parou na outra pista, sendo atingido novamente, por um caminhão que seguia no sentido oposto e era conduzido por homem, de 74 anos.

A vítima seguia sentido à saída de Cuiabá quando foi atingida na traseira pelo caminhão. “Quando ela espirrou na minha frente, só vi o carro virando”, disse o condutor de 74 anos. Ele estava parado em Campo Grande desde sexta-feira, fazendo revisão no veículo, e levava o caminhão até um lava-jato, para lavar e guardar na firma.

Já o condutor de 46 anos esclareceu que não conseguiu frear ao ver os carros e nem percebeu que os veículos estavam parados. “Nem vi como foi, só cresceu um monte de carro em cima de mim”, alegou. Ele também disse que tentou frear e que vinha de Dourados, onde descarregou açúcar em um mercado. Ele seguia para Sonora, onde vive.

Com carteira de habilitação desde 1996, ele contou que nunca tinha sofrido um acidente desta forma. Os dois caminhoneiros recusaram atendimento, mas já a mulher faleceu no local. Ela chegou a ficar presa nas ferragens. Além da CCR MSVia, Corpo de Bombeiros também compareceu no local do acidente.

PRF (Polícia Rodoviária Federal), Perícia e Polícia Civil também foram acionadas. O trânsito está em sistema de pare e siga e lento até que seja finalizado o procedimento. Os dois motoristas fizeram teste de bafômetro, que tiveram resultado negativo. O caso será registrado na 3ª Delegacia e o motorista que causou o acidente pode responder por homicídio culposo na direção de veículo.

*Matéria editada às 15h50 para correção de informação

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »