MENU

20/07/2021 às 08h32min - Atualizada em 20/07/2021 às 08h32min

Mulher encontrada morta na calçada em Dourados matou o próprio filho em 2019

Na época, vítima tinha 18 anos e foi encontrada próximo a uma estrada

Fonte: MIDIAMAX
Eliane foi levada à delegacia por lideranças da aldeia. - (Foto: Reprodução/ Dourados News)
A mulher encontrada morta na manhã desta segunda-feira (19)em frente a uma escola municipal de Dourados, distante 225 km da Capital, havia assassinado o próprio filho em fevereiro de 2019 a facadas. Eliane Romeiro Ramires, de 41 anos, foi ouvida na delegacia, à época, e liberada.

Clodoaldo Romero Ramires tinha 18 anos quando foi encontrado por moradores em uma estrada, com várias perfurações de faca. Após o crime, Eliane foi levada para a delegacia por lideranças da aldeia onde eles moravam.

“Ele me roubou duas bicicletas e um celular, peguei a faca e achei que tinha ferido no braço, só, não sabia que tinha matado ele. Arrependida eu não estou, ele me roubou demais, por causa dele eu já perdi minha casa”, contou.

Suspeita de hipotermia ou abuso sexual

Um agente de saúde esteve no IML (Instituto Médico Legal) e levou a identidade da vítima, fazendo o reconhecimento do corpo. O nome foi confirmado após análise das digitais da indígena pelos papiloscopistas. Além disso, o funcionário explicou que ela teria o dedão do pé direito amputado, o que foi confirmado.

Populares acionaram a guarda municipal por volta das 8h35 da manhã desta segunda (19), quando a vítima foi localizada em uma calçada, na rua General Castelo Branco. Ela não apresentava sinais de violência pelo corpo e estava sem documentos.
A primeira suspeita para a morte seria hipotermia, mas a vítima estava com as calças abaixadas quando o corpo foi localizado embaixo de uma marquise. A polícia investiga o caso para saber se a vítima sofreu algum tipo de abuso.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »