MENU

10/05/2021 às 08h02min - Atualizada em 10/05/2021 às 08h02min

SpaceX lança mais 60 satélites Starlink e bate recorde com Falcon 9

OLHAR DIGITAL
Foto: Divulgação
Elon Musk vive um fim de semana memorável. Após ser apresentador do SNL na noite de sábado (8), viu sua empresa SpaceX atingir mais um marco na madrugada de domingo: o décimo voo (e pouso) de seu foguete reutilizável Falcon 9.

“Primeira vez que um foguete Falcon alcançará o segundo dígito em voos”, tuitou Elon Musk no sábado à noite:  Com isso, a empresa californiana mostra sinais de que não vai diminuir o ritmo. Enquanto em 2020 foram lançados 26 foguetes, neste ano já foram 14 lançamentos.

A espaçonave decolou a partir da base da Força Espacial dos Estados Unidos, no Cabo Canaveral, às 3h42 da madrugada pelo horário de Brasília. Aproximadamente 9 minutos depois da decolagem, o foguete retornou para o solo. O objetivo era colocar em órbita mais 60 satélites Starlink, totalizando mais de 1,6 mil – o que inclui alguns equipamentos que já não estão mais funcionando.

Estamos mais próximos de ter oficialmente a internet de banda larga comercializada por Musk. Atualmente, o número de satélites Starlink em órbita ultrapassa a meta da SpaceX. Por isso, é provável haja a oferta do serviço de internet ainda neste ano. Atualmente, ele está em fase de teste com usuários ao redor do mundo e sendo ofertado para pré-venda mediante um depósito de US$99 pelo site. De acordo com a empresa, mais de 500 mil usuários se inscreveram.

É o segundo lançamento bem-sucedido que a Falcon 9 fez em uma semana. Um esforço que, à parte do chamuscado na lataria, parece não afetar a espaçonave de 70 metros.

De suas 14 missões este ano, a Falcon 9 fez 11 voos para carregar satélites para a Starlink. Esse impulsionador, chamado de B1051, fez sua estreia em 2019, quando lançou uma cápsula não tripulada Crew na missão Demo-1 como parte de voos de teste para o programa comercial da Nasa.

Recentemente, a SpaceX celebrou o lançamento de sua terceira missão tripulada em menos de um ano, a Crew-2, enquanto comemorava também a volta dos tripulantes da missão Crew-1 da Estação Espacial Internacional.

Via Space.com
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »