MENU

08/04/2022 às 07h38min - Atualizada em 08/04/2022 às 07h38min

Pai que espancou filho por chorar muito em MS disse estar ‘arrependido’ e que estava em ‘momento difícil’

Ele não foi indiciado e a criança não foi retirada do lar pelo Conselho Tutelar.

DA REDAÇÃO/MIDIAMAX
Foto: Divulgação
A criança que foi agredida pelo próprio pai na última terça-feira (5), após chorar muito, ao não querer ficar na escola, em Pedro Gomes, a 306 quilômetros de Campo Grande, não foi retirada da residência. O pai não foi preso pela polícia.

Segundo o delegado Murilo Jorge, a denúncia chegou através do Conselho Tutelar, que entregou um oficío informando que a criança foi agredida pelo pai em razão de estar chorando sempre que os pais deixavam ela na escola.

O Conselho Tutelar recebeu a denúncia e foi até a casa da criança e lá constatou que ele estava com sinais de hematomas. O delegado disse que o pai estava arrependido e teria informado que estava passando por um momento difícil.

“Não teve prisão de ninguém, a mãe não pediu nenhuma medida, o Conselho Tutelar não retirou a criança do lar”, informou o delegado Murilo.

O caso foi registrado nessa quarta-feira (6), como maus-tratos e será instaurado um termo circunstanciado de ocorrência, pois é um menor impotencial. O delegado informou que os procedimentos serão adotados a partir da semana que vem.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »