MENU

28/04/2021 às 09h54min - Atualizada em 28/04/2021 às 09h54min

Pesquisa revela que 55,1% dos brasileiros concordam com o fechamento de igrejas para combater o contágio do coronavirus, no entanto 41,1% dizem ser contra

A instituição Paraná Pesquisas foi feita através de ligação telefônica sendo consultados 2176 brasileiros de 16 anos ou mais dentre 204 municípios de todos os Estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal.

Da Redação com Informações
Foto: Divulgação
De acordo com a instituição Paraná Pesquisas, 55,1% dos brasileiros concordam que as igrejas deveriam ficar fechadas como forma de combate ao contágio do coronavírus.

Em contrapartida, 41,4% não concorda com esta medida, e 3,5% não sabe ou não opinou.
Na região Centro-Oeste e Norte, 52,8% quer que as igrejas fechem, 43,9% concorda que elas continuem abertas e 3,3% não sabem ou não opinaram.

O público que mais concordou com a restrição religiosa foram os jovens, de 16 a 24 anos: 64,9%, contra 32,6% que não concordam. 

Já a faixa etária que mais discordou do fechamento das instituições, 45,2%, foi a de 60 anos ou mais, contra 50,9% que concordou.

A pergunta exata feita pela pesquisa foi: O(A) Sr(a) concorda ou discorda que as igrejas devem ficar fechadas para ajudar a conter a Covid-19?

Foram entrevistados através de ligação telefônica 2 176 brasileiros com 16 anos ou mais, de 204 municípios de todos os estados brasileiros, incluso o Distrito Federal, entre os dias 12 a 16 de abril deste ano.

A amostra tem um grau de confiança de 95%, com uma margem de erro estimada em cerca de 2% para os resultados gerais.
 
Em Mato Grosso do Sul, os cultos religiosos só foram proibidos no início da pandemia, em março de 2020, quando as primeiras restrições contra a Covid-19 foram impostas.

Em 7 de maio de 2020 o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja reconheceu atividades religiosas como essencial para a população em tempos de crise ocasionada por moléstias contagiosas e catástrofes naturais, através da Lei 5.502/20.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »