MENU

07/12/2021 às 07h56min - Atualizada em 07/12/2021 às 07h56min

Polícia Civil apreende armas e prende membros de associação criminosa

As equipes prenderam o casal líder da organização criminosa e apreenderam nove armas de fogo.

DA REDAÇÃO/IDEST
Foto: Divulgação
Deflagrada na última sexta-feira (03), pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), a Operação El Patrón, no âmbito da Operação Narcos e Horus, contou com o apoio da Delegacia de Ponta Porã, de Anaurilândia, Maracaju, Deleagro, Rio Brilhante, SIG de Nova Andradina e do DOF, obteve êxito no cumprimento dos sete mandados de prisão preventiva expedidos.

Uma oitava pessoa foi presa por ser a responsável pela guarda de armas de fogo.

As equipes prenderam o casal líder da organização criminosa e apreenderam nove armas de fogo, dentre elas um fuzil marca Ruger, calibre 556, municiado.

Foram apreendidos, ainda, nove automóveis, dentre eles três carretas. Outras sete encontrarem-se com bloqueio judicial.

Os policiais civis colheram fartos elementos probatórios que comprovando o tráfico de drogas em larga escala, acima de 10 toneladas, além de que obtidos dados que possibilitarão o bloqueio de mais de uma dezena de imóveis registrados em nome de “laranjas”.

Com a identificação desses imóveis registrados em nome de “laranjas”, estima-se que ao final, além dos 15 milhões de reais em bens já bloqueados, outros 10 milhões terão  a mesma sorte, ou seja, serão indisponibilizados.

Atinente às contas bancárias titularizadas pelos investigados, foi decretado o bloqueio de doze, aguardando-se os relatórios a serem encaminhado à DEFRON pelas instituições financeiras para formatar o montante apreendido.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »